sábado , maio 25 2019
Home / Destaque / Três horas depois de criar conta, Moro chega a 100 mil seguidores no Twitter

Três horas depois de criar conta, Moro chega a 100 mil seguidores no Twitter

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, estreou a conta oficial no Twitter na manhã desta quinta-feira (4), e, em pouco mais de três horas, chegou aos 100 mil seguidores na rede social.

“Resolvi aderir ao Twitter pois é um instrumento poderoso de comunicação”, tuitou o ministro, explicando então que “a ideia é divulgar os projetos e as propostas do Ministério da Justiça e Segurança Pública”. Até às 13h11, este tuíte havia sido curtido mais de 42 mil vezes e se tornado o mais popular da sequência inicial de quatro publicações do ministro entre 10h36 e 10h39.

Moro recebeu cumprimentos de boas-vindas à rede social de outros ministros “tuiteiros” como Onyx Lorenzoni (Casa Civil, com 287 mil seguidores), Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia, com 156 mil seguidores) e Tarcísio Freitas (Infraestrutura, com 67 mil seguidores). O presidente Jair Bolsonaro, que é usuário bastante ativo do Twitter e tem 3,89 milhões de seguidores, também comentou com um “seja bem-vindo, ministro” em resposta a um dos tuítes de Moro.

Apesar da avalanche de seguidores, Moro ainda não aderiu ao “sigo de volta”; até o momento o ministro segue cinco perfis: o oficial de Bolsonaro, o do Ministério da Justiça e Segurança Pública, o da Polícia Federal, o da Procuradoria-Geral da República e o da Polícia Rodoviária Federal.

O juiz da Lava Jato no Rio de Janeiro, Marcelo Bretas, também um entusiasta da rede social, foi outro que felicitou Moro pelo perfil no Twitter, da mesma forma que a deputada e líder do governo no Congresso, Joice Hasselmann (PSL-SP), que disse que a iniciativa do ex-juiz vai na direção de uma “comunicação direta com nosso povo”.