Quarta, 18 de Maio de 2022
23°

Pancada de chuva

Feira de Santana - BA

Polícia Assédio sexual

PM pede demissão após ser assediada por tenente-coronel

Jéssica Paulo do Nascimento diz que vai se dedicar a projetos que prestam atendimento a vítimas de assédio sexual e moral

27/05/2021 às 10h40 Atualizada em 27/05/2021 às 10h46
Por: Redação
Compartilhe:
PM pede demissão após ser assediada por tenente-coronel

Jéssica Paulo do Nascimento, de 28 anos, resolveu deixar a Polícia Militar e se dedicar a projetos que prestam apoio a pessoas que sofreram assédio sexual, como ela vivenciou no 45° Batalhão da Polícia Militar do Interior (BPM/I), em Praia Grande, no litoral de São Paulo, onde ela trabalhava.

A ex-PM afirmou que resolveu deixar o cargo devido à pressão que estava sofrendo dentro da corporação, com a repercussão que sua acusação teve na mídia. Jéssica denunciou o tenente-coronel da PM Cássio Novaes por assédio sexual e ameaças de morte e de estupro.

“Eu quero levantar essa bandeira, criar projetos para poder acolher essas mulheres, e também homens. Porque eles também passam por assédio moral, e até mesmo sexual. E são pessoas que não têm com quem contar, com quem falar, porque o sistema é muito difícil”, afirmou Jéssica.

Ela enfatiza que o assédio moral e sexual acontece em outras instituições e trabalhos, por isso, quer ampliar a voz de quem sofre esse tipo de violência. “Quero incentivar e dar voz a essas pessoas, para que elas denunciem”, disse.

“Antes, eu não sabia exatamente como era viver isso, porque nunca tinha passado por essa situação. Hoje, sei exatamente o que essas pessoas passam. Então, acredito que eu possa fazer alguma coisa em favor dessas vítimas”, afirma a ex-PM.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias